19 junho 2013

Do "cheirinho" e textura para praticidade e inovação
Cris Compagnoni dos Reis04:08 10 comentários


Livro é uma coisa antiga, mas já teve o seu momento de “a tecnologia do momento”, se bem que na metade do século XV quando surgiram os primeiros exemplares de formato semelhante aos livros atuais não se usava a palavra tecnologia. A minha paixão por livros é inegável, eles são meus companheiros de todas as horas e tenho sempre pelo menos um bem a mão, e agora posso ter vários a minha disposição em um único aparelhinho eletrônico que carrego na bolsa onde quer que eu vá, parece fantástico porém tenho que me habituar com essa moderna forma de leitura. Não me considero uma pessoa moderna principalmente à respeito dos livros, pois gosto dele fisicamente também, gosto de sentir a textura da capa, o cheiro do papel, de ir virando cada página lida, gosto de tê-los arrumadinhos na minha estante, mas os livros digitais estão aí e aos poucos vou abrindo a guarda e me deixando seduzir.

08 junho 2013

Cinquenta Tons do Sr. Darcy: uma paródia
Cris Compagnoni dos Reis03:32 2 comentários

Uma amiga fã da Jane Austen que recentemente leu Cinquenta Tons de Cinza comprou este livro e disse que eu teria que ler, não sei dizer não então eu li. Cinquenta Tons do Sr. Darcy é uma paródia que mescla o clássico inglês Orgulho e Preconceito com a trilogia de literatura erótica que tem sido o assunto do momento no mundo da literatura. O objetivo do livro é ser engraçado mas para ver graça aqui é preciso que o leitor esteja desprovido de preconceitos.


Resenha


A história de Elizabeth Bennt e Fitzwillian Darcy é predominante sobre Anastacia Stel e Christian Gray, na verdade a herança do romance erótico nesse livro aparece no vocabulário com conotação sexual e o ambiente sadomasoquista mesmo na Inglaterra pré-vitoriana. O casal se conhece quando Jane, a irmã mais velha de Elizabeth passa a ser cortejada pelo amigo do Sr. Darcy que aqui é chamado de Sr. Bingulin, assim como em Orgulho e Preconceito Jane adoece ao fazer uma visita às irmãs de seu pretendente e fica acamada, Elizabeth vai até a casa do Sr. Bingulin a fim de cuidar da irmã e passa a ter maior proximidade com o Sr. Darcy.