12 abril 2012

Mil dias em Veneza
Cris Compagnoni dos Reis21:55 4 comentários

Talvez esse seja o livro que mais me demorei a ler, fui saboreando aos poucos, um pouquinho por dia. Não conheço Veneza, pelo menos não conhecia, agora creio que possa afirmar que conheço um pouco dessa cidade, mesmo sem nunca ter estado lá, essa é a magia da literatura.

Mil dias em Veneza é um romance, mas é um romance possível, um romance real, não é uma obra de ficção; é uma parte da biografia de Marlena de Blassi, uma chefe de cozinha americana que escreve críticas gastronômicas, e em uma de suas viagens a trabalho à Veneza conhece um veneziano, com olhos cor de mirtilo. Algum tempo depois esse veneziano que Marlena chama carinhosamente de “estranho” vai aos Estados Unidos a pede em casamento; ela corajosamente deixa a sua vida pra trás e muda-se para Veneza para se casar com o estranho.

Geralmente quando leio histórias reais me choco, me impressiono, mas essa é uma que me encantou, pela leveza, pela simplicidade, e pela percepção de comoa valorização das pequenas coisas boas que nos acontecem diariamente pode nos fazer felizes. A realidade não precisa ser dura, e o amor não existe apenas para os jovens, Marlena e Fernando são duas pessoas maduras, que resolvem dividir suas vidas.


A autora é cheffe, e creio que por isso ela consegue descrever os pratos que prepara e que saboreia com tanta veracidade que quase sentia o aroma durante a leitura. E o modo como ela vê Veneza é encanador, primeiramente com os olhos de turista e depois, como uma típica veneziana que aprendeu a ver essa mítica cidade como o seu lar, aprendeu os costumes locais, e principalmente, aprendeu que tudo tem o seu tempo, a sua hora.

Certa vez postei no blog sobre um romance, uma ficção, uma leitora comentou que não gostava de romances porque não acreditava que eles pudessem ser reais, eu sempre fui romântica, sempre acreditei no amor; mas gostaria de recomentar esse livro a essa leitora, não é daquelas histórias melosas, é sobre a rotina, de como um se adapta ao outro, de como eles se revezam nas posições de dar carinho e receber carinho, de como é possível amar em qualquer situação e em qualquer idade.
Sobre o autor (a) Formada em Matemática e especialista em Estatística mas ganha a vida como bibliotecária e é viciada em livros. Facebook ou Twitter

4 comentários :

  1. Muito legal seu blog, parabéns que Deus te abençoe estou te seguindo.Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Adorei o livro, um romance com ares de cronica, relata a vida do casal da forma mais surpreendente: REAL.

    ResponderExcluir
  3. Olá, amiga parceira Vou-de-Blog! Tudo bem?
    Estou passando p divulgar o meu novo blog: http://minhapaixaoporcabelos.blogspot.com.br/
    Será um prazer receber a sua visita. Agradeço muito se puder me dar uma força e seguir lá tbm.
    Bjos.
    Lu

    www.voudeblog.com

    ResponderExcluir
  4. Sigam meu blog também,
    www.livros--interessantes.blogspot.com
    espero que gostem!!!

    _ Aliás, gostei muito de sua resenha, eu comecei a ler este livro, só no começo já dá para saber que é um livro ótimo!

    ResponderExcluir