02 agosto 2011

A NOVA TRAIÇÃO DE JUDAS
Cris Compagnoni dos Reis21:36 2 comentários


É com grande pesar que chego ao fim da trilogia Força Sigma, será que James Rollins não escreveu mais nenhuma aventura envolvendo essa agência secreta? Essas histórias são muito envolventes, e foi por mero acaso que eu passei a conhecê-las, pois nunca sequer havia ouvido falar desse autor, quando vi uma promoção dessa trilogia e comprei por ser barato; foi um bom negócio.

Em A NOVA TRAIÇÃO DE JUDAS novamente há um misto de ciência, história e religião, mas de uma forma completamente diferente da abordada nos dois primeiros livros; a ciência aparece no que diz respeito a uma epidemia que surge de repente em uma ilha do sudeste asiático causada por um vírus, o Estirpe de Judas, e curiosamente no mesmo lugar onde séculos antes Marco Polo perdeu quase toda a sua frota na viagem de volta para Veneza. O diretor da Sigma, Painter, manda Monk e Lisa para investigar o que está acontecendo.

Seichan, a agente da Guilda (agência terrorista vilã da história), aparece inesperadamente na casa dos pais de Gray sendo perseguida por outros agentes da Guilda pedindo ajuda, ela está baleada e portando um obelisco roubado que continha algumas inscrições em escrita angélica. Gray resolve ajudar Seichan e acaba se envolvendo, juntamente com seus pais em uma caçada. Gray pede auxílio para seu chefe, Painter, e pede que ele cuide de seus pais pois eles seguem para a Europa onde encontram o monsenhor Verona, agente secreto do Vaticano que já foi parceiro da Sigma em uma missão anterior (em O MAPA DOS OSSOS) e que vem estudando umas mensagens encontradas em escrita angélica, juntos eles seguem as pistas históricas que vão aparecendo levando-os a descobrir as paginas perdidas do diário de Marco Polo.


Enigmas vão se resolvendo e aparecendo por todos os lados, e cada um deles envolvendo muita ação, suspense e revelações surpreendentes, e aos poucos, as trilhas: histórica e científica vão se juntando para desvendar um mesmo mistério, e apenas Vigor Verona se perguntava sobre a parte religiosa da história: o que havia de fato acontecido com Frei Ager, que foi confessor de Marco Polo em sua viagem e desapareceu juntamente com parte da frota do velejador veneziano?

Esse é um daqueles livros que não dá pra largar mesmo, é muito suspense, a cada capítulo algo é descoberto e quando isso acontece o leitor fica cada vez mais curioso para saber o que vai acontecer. O que James Rollins escreve é uma ficção que parece mais real a cada capítulo. E por esse já ser o terceiro e, infelizmente o ultimo, livro da série, eu como leitora já me sentia íntima dos personagens, conhecendo os pontos fortes e fracos de cada um, os dramas pessoais de cada um, e torcia por eles individualmente também e não pela trama como um todo.
Quem gosta de ficção científica com uma grande pitada de ação, aventura e suspense não pode deixar de ler O MAPA DOS OSSOS, A ORDEM NEGRA e A NOVA TRAIÇÃO DE JUDAS, e para aqueles leitores que não são muito ligados em suas leituras, o bom é que as histórias não são dependentes umas das outras, elas podem ser lidas em qualquer ordem sem interferência alguma na compreensão das mesmas, os personagens são os mesmos, mas as histórias são completamente distintas.

Talvez seja aquele velho truque de misturar ficção e realidade que torna tudo mais interessante, ou então a ciência e a História que adicionam um toque de dúvidas, de polêmicas; pode ser até que seja tudo isso junto, a única coisa de que tenho certeza é que agora conheço um pouco da obra de James Rollins, e esse pouco eu recomendo sem medo algum!
Sobre o autor (a) Formada em Matemática e especialista em Estatística mas ganha a vida como bibliotecária e é viciada em livros. Facebook ou Twitter

2 comentários :

  1. Realmete Cris, muito bom essa trilogia. não havia lido nada que me prendesse e fizesse suas as mãos de empolgação para chegar a próxima página. Bacana seu blog. Se der vamos trocando informações sobre outras opções de livros, pois estes eu como com farinha rs.
    Abs.
    Cleber
    cleber.gon@gotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Realmente esse livro é muito bom.Consegue misturar historia e religiao de uma forma inesperada e instigante..recomendo.

    ResponderExcluir