25 julho 2011

UM CORPO DE MULHER
Cris Compagnoni dos Reis23:39 1 comentários


Não consigo resistir às novelas do Fernando Sabino, é passar uma pelas minhas mãos que arrumo tempo para ler, até por que são histórias curtas, daquelas que dá pra concluir em meia hora, uma meia hora muito bem aproveitada!

UM CORPO DE MULHER foi inspirado em um fato real que foi “melhorado” pela ficção, na verdade acho que a ficção o tornou mais interessante. O fato é que Fernando Sabino viu realmente um corpo passar pela janela de um hotel no Rio de Janeiro e a partir daí surgiu à história de Jaques Olivério, só que a visualização do corpo em queda é a única coincidência com o que viveu o autor.

Jaques não se convence com aquela queda, a mulher caiu da janela do quarto logo acima do seu; mas ela caiu ou foi jogada? Como ninguém tem respostas para as suas perguntas ele resolve investigar, fica muito atormentado com o que não consegue descobrir e se envolve cada vez mais na história em que era só uma testemunha ocular.

Esse é um dos primeiros livros do Sabino que leio que não explora o humor característico das suas obras, UM CORPO DE MULHER amarra o leitor pelo suspense, pela curiosidade em saber onde aquela investigação vai dar. O pano de fundo dessa novela é o Rio de Janeiro em meados da década de 40 ainda sob os efeitos da Segunda Guerra Mundial, Olivério é um jornalista oriundo de Belo Horizonte, que mora em um hotel modesto e nunca alcançou sucesso profissional no Rio.

21 julho 2011

O GUIA DO MOCHILEIRO DAS GALÁXIAS
Cris Compagnoni dos Reis13:26 0 comentários


A mais de trinta anos esse livro vem divertindo leitores pelo mundo afora, e eu não poderia deixar de saber o porquê, tive que ler também; O GUIA DO MOCHILEIRO DAS GALÁXIAS é completamente diferente de tudo o que já li na minha vida, não tenho parâmetro algum para fazer qualquer tipo de comparação.

Quase desisti de seguir adiante com esse livro algumas vezes, a cada página que eu lia menos eu compreendia do que estava acontecendo, aquilo não fazia sentido nenhum pra mim; então fiquei me questionando porque muita gente gosta tanto desse livro e eu não, o que será que os fãs de Douglas Adams viram nessa história que eu não vejo? E resolvi seguir o aviso estampado na capa no livro: não entrei em pânico, simplesmente continuei lendo. Não sei se é porque acabei me habituando à escrita, ou porque de repente a história começou a fazer algum sentido, só sei que, a partir de certo ponto, eu não consegui mais largar o livro.

Os fatos narrados neste livro aconteceram com Arthur Dent, um inglês comum que não vive um momento muito agradável e repentinamente descobre que seu amigo Ford Perfect é um alienígena que vive há 15 anos na Terra disfarçado, mas isso não é nada se comparado ao que se segue: o planeta é destruído por vogons e os dois conseguem escapar pegando carona em uma nave alienígena. Não é só para mim que isso parece loucura, para o Arthur também; mas essa foi apenas a primeira aventura desse terráqueo que passa a ser o único sobrevivente do seu planeta.

10 julho 2011

O SENHOR DOS ANÉIS – AS DUAS TORRES
Cris Compagnoni dos Reis15:36 8 comentários


A primeira coisa que fiquei pensando a respeito desse livro foi o por que do nome AS DUAS TORRES, depois de lê-lo fui entender que todos os acontecimentos desse livro se dão entre a torre de Mordor, a torre do olho que tudo vê, e a torre de Isengard de onde Saruman planeja acabar com o mundo dos homens e comanda os seus exércitos de orcs.


O segundo volume da trilogia O SENHOR DOS ANÉIS têm uma atmosfera tensa, até triste eu diria, pois ainda estava inconformada com a morte de Gandalf no primeiro livro e o fim da Sociedade do Anel, de certa forma essa sociedade transmitia uma sensação de esperança em um final feliz, pois era fortalecida pela união dos membros, mas essa união acabou, foi cada um para um lado.

Em AS DUAS TORRES várias histórias acontecem simultaneamente, e vão se alternando pelos capítulos do livro. Frodo e Sam percebem que estão sendo seguidos por Gollum, o capturam e acabam tomando a criatura como guia para chegar a Mordor. Não citei Gollum na postagem A SOCIEDADE DO ANEL, é que a participação dele naquela parte da história era apenas um detalhe, mas nessa segunda parte a participação dele é de fundamental importância. Gollum é aquela criatura da qual Bilbo roubou o anel em O HOBBIT, desde então ele vem perseguindo o anel, pois passou tantos anos sobre o seu poder que agora tem a sua mente dominada por ele.