08 junho 2011

BEBER, JOGAR, F@#ER: a jornada de um homem em busca de diversão na Irlanda, em Las Vegas e na Tailândia
Cris Compagnoni dos Reis11:55 4 comentários


Não há dúvidas de que BEBER, JOGAR, F@#ER é a versão masculina do livro: COMER, REZAR, AMAR da Elizabeth Gilbert que eu ainda não li e nem sei dizer o porquê, o que sei é que o título do livro do Andrew Gottlieb me chamou mais a atenção no momento em que escolhia um deles para ler primeiro; sendo que o que eu queria mesmo era rir, o que de fato aconteceu enquanto lia este livro.

O livro conta a história de Bob Sulivan e o subtítulo é praticamente um resumo do mesmo. Após ter sido chifrado e levado um belo pé na bunda depois de oito anos de casamento ele decide aproveitar a vida e se divertir o máximo possível, e é exatamente isso que ele faz, desconecta-se do “mundo real” por um ano em uma espécie de férias entendidas, para curtir tudo que a vida tem a lhe oferecer.

A primeira parada de sua jornada é a Irlanda, onde ele aprende tudo o que é possível aprender sobre bebidas alcoólicas, principalmente cerveja e uísque, porres e ressacas, e nada de teorias, seu aprendizado é na prática, durante o tempo que ele passa em Dublin ou Bob está bêbado ou está dormindo. Ele não conheceu todos os pubs da cidade, mas os principais, e para encerrar os seus quatro meses de diversão etílica ele vai fazer o tour do uísque pelo interior da Irlanda, conhecer aquelas destilarias seculares e os processos de fabricação. Mesmo estando sempre alcoolizado, ele tem muitas histórias engraçadas pra contar.


Não sei como o fígado de alguém pode resistir a meses de embriagues contínua, porque ele bebia muito mesmo, não é daqueles que ficam tontos com apenas dois copos de cerveja; o fato é que Bob sobreviveu e partiu para a segunda etapa da sua jornada, quatro meses em Las Vegas, é nesse ponto do livro que eu fiquei imaginando que o cara deveria ter muito dinheiro para poder sustentar isso, mas a justificativa dele veio logo em seguida e é aceitável apesar de deixar algumas lacunas; por exemplo: é completamente possível que um antigo cliente muito bem relacionado lhe conseguisse uma reserva em um hotel-cassino super badalado, mas já acho difícil de acreditar que essa hospedagem fosse de graça e por tempo indeterminado; mas, dizem que em Vegas tudo é possível então resolvi fazer de conta que acreditei.

É nesse mundo de jogatinas que Bob conhece Rick, um cara que acaba se tornando uma espécie de guru para o protagonista. Tenho que confessar que não gostei muito da etapa Las Vegas dessa jornada; e isso se deu porque muitas coisas que lá acontecem são realmente difíceis de acreditar, se fosse um livro de fantasia não haveria problema algum, mas esse não é o caso. Bom, Rick é um personal trainer de personalidades, famosos, gente com muito dinheiro, e pois isso tinha acesso a todos os lugares mais badalados da cidade e mais, tudo gratuito e ainda podia levar Bob com ele; ele comiam em restaurantes luxuosos de graça, tinha acesso aos campos de golfe mais exclusivos de graça, eram recebidos como Vips em todos os cassinos; é por esses pequenos detalhes que não se encaixam em um mundo capitalista que afirmo que Andrew Gottlieb forçou um pouco a barra, mas a história é sobre a jornada de diversão de Bob e podem apostar que ele se divertiu pra caramba. Se ele não fosse um personagem fictício eu mandaria um e-mail pra ele pedindo os contatos dele em Vegas e principalmente o de Rick porque eu também quero passar um tempo lá tendo uma vida extremamente luxuosa sem custo algum.

Juro que cheguei a achar que o tal do Rick era um amigo imaginário do protagonista, já que a história estava pendendo para um lado muito propenso a fantasia, só quando a etapa Las Vegas da jornada se encerra, ele sugere a Bob que vá a Tailândia e ainda consegue que ele tenha estadia gratuita em um hotel extremamente restrito, onde apenas pessoas indicadas conseguem se hospedar, e como tudo que tem a ver com o Rick, de graça. Sinceramente, eu preciso de um amigo assim na minha vida.

Agora que Bob já bebeu todas na Irlanda e jogou tudo em Vegas, está na hora do sexo aparecer no livro, convenhamos que não dá pra esperar algo puritano de um livro que têm, apesar de estilizada, a palavra “foder” no título. Mas também não tem nada de vulgaridade, na verdade eu até me decepcionei nesse ponto, pois pela ousadia do título pensei que encontraria no interior do livro histórias de orgias ou histórias picantes, mas não é isso que acontece. No cenário paradisíaco da Tailândia, Bob se apaixona.

Quem acompanha o blog já deve ter percebido que adoro um romance, não tenho vergonha nenhuma em admitir porque eu gosto mesmo; mas não é o que eu esperava encontrar neste livro, romance eu procuro em um livro da Danielle Steel ou algum outro autor do gênero. Eu imaginava que aquele cara que bebeu e jogou tudo o que pode também se divertiria ao extremo no quesito sexo, mas o que predomina aqui é o amor.

Por tudo isso posso passar a impressão de que não gostei do BEBER, JOGAR, F@#ER, mas eu gostei e muito, apenas achei que o livro seria uma coisa quando na verdade é outra. Apesar de não ser o que eu imaginava, a história é muito divertida, cheia de passagens engraçadas e escrita em uma linguagem que flui muito rápido, quando me dei conta já tinha terminado de ler o livro. Serviu pra que eu aprendesse aquela velha lição: “não julgue um livro pela capa”!

BEBER, JOGAR, F@#ER teve seus direitos para o cinema comprados pela Warner Bros antes mesmo de ser publicado, ou seja, em breve veremos essa história nas telonas.


Sobre o autor (a) Formada em Matemática e especialista em Estatística mas ganha a vida como bibliotecária e é viciada em livros. Facebook ou Twitter

4 comentários :

  1. Adorei o Post,Gostei muito do enredo do livro e Post consegui transmitir isso muito bom. Parabens


    Att.Jorge

    ResponderExcluir
  2. Corti... leitura fácil e divertida

    ResponderExcluir
  3. Achei ele em uma banca perto do curo de informática por R$20,00. Comprei más ainda não comecei a ler deve ser bom!

    ResponderExcluir
  4. Para o pessoal de BH, está ocorrendo uma feira de livros no shopping Del Rey, onde este livro sai á R$: 9,90... entre outros... Recomendo!
    A feira vai acontecer até o dia 23 de Abril.

    ResponderExcluir