12 março 2011

A ORDEM NEGRA
Cris Compagnoni dos Reis23:45 0 comentários


Esse é o segundo livro da trilogia Força Sigma do James Rollins e mantêm o mesmo estilo e ritmo de suspense e aventura que o primeiro: O MAPA DOS OSSOS; apesar de apresentar alguma seqüência, não é fundamental que o leitor passeie primeiro pelas páginas de O MAPA DOS OSSOS, dá pra compreender a história numa boa por que elas são completamente distintas, mesmo tendo personagens em comum.

Em A ORDEM NEGRA a Força Sigma está na pista de uma coleção antiga de livros científicos, todos vindos de uma singular biblioteca, tão peculiar que o comandante do grupo especial Gray Pierce viaja a Copenhagen para um leilão onde vários membros de organizações criminosas desejam comprá-las. Porém, um misterioso incêndio e o assassinato da dona da biblioteca onde os livros se encontravam acarreta em uma busca incansável por quatro continentes. Pierce logo descobre que há uma insidiosa intriga envolvendo um livro, a Bíblia que pertenceu a Charles Darwin, mergulhando num mistério que já vem da Alemanha nazista e envolve experiências macabras levadas a cabo em um laboratório atualmente abandonado e soterrado nas entranhas de uma montanha polonesa.


Em outro continente, uma doença estranha coloca um remoto mosteiro erguido nas alturas do Nepal em polvorosa: os monges se tornam psicóticos e assassinos canibais. Uma jovem médica, Lisa Cummings, é chamada pelas autoridades do país e, ao chegar ao local, torna-se alvo de um assassino mercenário a mando de forças clandestinas que pretendem silenciar o assunto do mosteiro a todo o custo. O único aliado de Lisa é o diretor da Força Sigma, Painter Crowe, líder das forças de operações especiais que está de férias escalando o Everest, e começa a dar mostras da doença que afeta a mente. E agora está nas mãos de Pierce salvar Painter e Lisa enquanto a Força Sigma procura desmascarar a trama que há um século procura destruir a ordem mundial atual e, alterar o destino da humanidade para sempre.

Aventura e suspense, sem o misticismo de Dan Brown, mas com uma pesquisa científica no melhor estilo Michael Crichton, que combina o âmbito histórico do Código da Vinci com as emoções cheias de ação dos romances contemporâneos. A Ordem Negra possui um enredo bem construído, que mistura neo-nazistas com ex-nazistas – descendentes diretos de um dos líderes do III Reich, raios secretos e manipulação genética, runas ocultas e Física quântica. Um livro recheado de surpresas que oferece ao leitor uma nova e espantosa perspectiva de se ver a ciência e a história atual.

Confesso que nunca tinha ouvido falar em James Rollins até o dia em que vi uma promoção na internet e comprei por impulso os três volumes da trilogia Força Sigma, não me arrependo nenhum pouco; aliás, por que será que demorei tanto para mergulhar nas histórias dele?

Sobre o autor (a) Formada em Matemática e especialista em Estatística mas ganha a vida como bibliotecária e é viciada em livros. Facebook ou Twitter

0 comentários

Postar um comentário