15 fevereiro 2011

AVENTURAS DA FAMÍLIA BRASIL
Cris Compagnoni dos Reis21:22 3 comentários


Há pouco tempo descobri o lado quadrinista de Luis Fernando Verissimo, recentemente li o livro AS MELHORES DO ANALISTA DE BAGÉ em quadrinhos, mas como os desenhos são do Edgar Vasques não imaginei que esse escritor de humor também se aventurava a brincar com as imagens além das palavras.

Com este, Verissimo é o primeiro autor a ter quatro livros postados neste blog,  fato que torna impossível contestar a minha admiração pelas histórias dele, que realmente gosto muito; mas tenho a nítida impressão de que tudo que se possa escrever sobre ele me tornará redundante, pois isso pode ser lido nas outras postagens.

Com um traço simples e com um humor impagável AVENTURAS DA FAMÍLIA BRASIL mostra cenas cotidianas de uma família brasileira cujo sobrenome é Brasil, um família de classe média que nem sempre pode viajar para a praia nas férias, nem mandar o caçula para a Disney, mas diverte o leitor pelo modo como enfrentam as mais distintas situações.


Pouco se sabe sobre essa família, mas tem um pai cuja profissão é ignorada, uma mãe dona de casa, um filho adolescente, uma filha mais velha, um neto pequeno e uma neta de colo; e nem que tivessem o sobrenome Silva seriam tão brasileiros.

As tiradas mais engraçadas são os diálogos entre o avô e o neto, criança sempre vem com cada pergunta que coloca os adultos em situações pra lá de embaraçosas. Todos que convivem com crianças sabem disso, e o realmente me impressiona na obra do Luis Fernando é que ele consegue fazer graça com aquilo pelo qual eu ou, qualquer outra pessoa, pode passar a qualquer momento sem cair em um lugar comum.

Essas tiras surgiram em publicações de jornais, segundo o autor não eram para ser uma série com personagens fixos, mas quando ele se deu conta a família estava formada e as histórias tinham uma certa seqüencia; surgiu por acaso e foi ficando. Arrancando cada vez mais risadas dos leitores.


Esse é um livro perfeito para aqueles que sempre usam a falta de tempo como desculpa para não ler, não cronometrei o meu tempo de leitura, mas não devo ter demorado mais que vinte minutos para concluí-la. E os que dizem não gostar de ler também perderão seus argumentos, pois não existe que não goste de tiras de humor. Ou existe? Sinceramente espero que não!
Sobre o autor (a) Formada em Matemática e especialista em Estatística mas ganha a vida como bibliotecária e é viciada em livros. Facebook ou Twitter

3 comentários :

  1. Tchê, do nada eu estava procurando no google alguma imagem do desenho A Família Brasil e me deparei com esse blog. Eu ouvi falar que existia esse desenho e por curiosidade estou procurando no Google, mas já valeu a pena! Me deparei com um blog muito bem escrito! Faz tempo que eu não vejo uma coisa boa assim, ultimamente a internet só está sendo usada pra merdas e afins!

    Grégori Troina
    Graduando em Engenharia Mecânica - FURG - RS

    ResponderExcluir
  2. Só não gostei de ver BAGÉ escrita como BAJÉ!

    Cordialmente...

    Grégori Troina

    ResponderExcluir
  3. Fico muito feliz que tenha gostado do blog Grégori.

    Quanto a grafia de Bagé, já corrigi, as vezes alguns erros acabam passando despercebidos, obrigada pelo toque, e pelo comentário!

    Cris

    ResponderExcluir