31 maio 2010

O FANTÁSTICO MISTÉRIO DE FEIURINHA
Cris Compagnoni dos Reis15:39 2 comentários


Esse é o conto de fadas mais incrível que já li, uma história que me encantou profundamente, mesmo conhecendo-a já em idade adulta. Pedro Bandeira foi simplesmente genial ao escrever esta história, que se encontra no topo da lista de melhores da literatura infantil.

Em uma entrevista, Pedro Bandeira afirmou que sempre foi admirador dos autores de contos de fadas, como os irmãos Grinn e Andersen, e sonhava em escrever algo quem pertencesse a esse universo mágico. Ele conseguiu, e com certou louvor, pois conseguiu inserir na sua história as heroínas dos seus ídolos com uma dose de humor cativante.

O que chama a atenção inicialmente nessa história é que ela é uma “pré-história”, já que o capítulo 1 está no final do livro, O FANTÁSTICO MISTÉRIO DE FEIURINHA tem o seu ponta-pé inicial com a seguinte explicação: personagens como Cinderela, Rapunzel, Bela Adormecida, Branca de Neve, Bela, entre outras, finalizaram as suas histórias casando com o Príncipe Encantado e sendo feliz para sempre. Bom, os príncipes eram todos irmão, assim sendo as moças se tornando princesas tornam-se também concunhadas, e o livro começa vinte e cinco anos depois do “foram felizes para sempre”, ou seja todos prestes a comemorar as bodas de prata, á não ser por Chapeuzinho Vermelho, que como não tinha príncipe em sua história, é a solteirona da turma.

28 maio 2010

A CONSPIRAÇÃO FRANCISCANA
Cris Compagnoni dos Reis23:39 1 comentários




São Francisco de Assis foi um padre eremita que pregava a pobreza e a humildade no século XII, ficou conhecido pelas chagas que teve nas mãos, pés e peito, os mesmos lugares que as feridas que Jesus Cristo teve durante a crucificação. São Francisco criou a Ordem dos Franciscanos, ordem religiosa que vivia e pregava a vida simples que o santo viveu.

Frei Leo foi companheiro de São Francisco e presenciou muitos acontecimentos na vida do fundador de sua Ordem, mas quando estava em seu leito de morte escreveu uma carta para o amigo Conrad, que também era discípulo seu. Na carta frei Leo esconde nos ornamentos do pergaminho uma mensagem que faz referência a acontecimentos da vida do santo.

27 maio 2010

O MAPA DOS OSSOS
Cris Compagnoni dos Reis20:47 1 comentários

Esse é o primeiro volume da trilogia Força Sigma de James Rollins, onde a Sigma é uma agência secreta do governo americano em que seus agentes além de terem treinamento de guerra também são cientistas e pesquisadores que visam a segurança mundial através da contenção de possíveis ataques terroristas.

Em o mapa dos ossos o suspense começa com um assassinato em massa muito misterioso, em que todas as pessoas que se encontravam em uma pequena igreja no interior da Alemanha morrem durante uma celebração religiosa. São mandados três agentes da Sigma para investigar o crime e lá eles se juntam a um investigador do Vaticano e sua sobrinha que é policial em Roma.

19 maio 2010

O IMAGINÁRIO DO COTIDIANO
Cris Compagnoni dos Reis20:38 0 comentários




Sou completamente suspeita para falar de qualquer obra de Moacyr Scliar pelo simples fato de que ele ocupa o topo da minha lista de autores preferidos, a obra dele fez com que eu aprendesse a gostar de contos e crônicas, estilos literários pelos quais eu tinha certo preconceito.

Esse livro em particular é uma excepcional demonstração na imaginação singular de Scliar, ele cria situações cheias de humor e de personagens hilários, se existe uma mente que invejo é a desse autor.

O Imaginário do Cotidiano é uma coletânea de textos ficcionais publicados na seção ‘Cotidiano’ do jornal Folha de São Paulo todas as segundas feiras, sendo que o escritor é colaborador deste jornal desde 1970.

14 maio 2010

O HOMEM QUE MATOU GETULIO VARGAS
Cris Compagnoni dos Reis11:33 2 comentários



Esse é um livro para dar muitas risadas, Jô Soares fez uso de uma criatividade impar ao escrever essa história que é a pseudo biografia do suposto assassino de Getulio Vargas.

O pai de Dimitri Borja Korozec era um anarquista estremo e para ter certeza de que seu filho também seria de esquerda, amputou seu testículo direito, e quando Dimitre nasceu a primeira providência a ser tomada foi amputar o testículo direito do seu herdeiro, garantindo assim a “visáo política” dos seus descendentes.

Dimitri foi treinado em uma escola de assassinos, onde aprendeu sobre manuseio de armas, construção de bombas e outros artefatos explosivos, tecnicas de guerrilha. Por uma deficiência comgênita, Dimitri nasceu com dois dedos indicadores na mão direita, seu pai dizia que era um assassino nato por esse fato.

06 maio 2010

O VENDEDOR DE SONHOS – O CHAMADO
Cris Compagnoni dos Reis20:42 1 comentários




Sempre tive certa repulsão a livros de auto-ajuda, e é nessa categoria que eu particularmente, sempre coloquei os livros do Augusto Cury, nunca tive nenhum tipo de interesse pela sua obra, preconceito que aqui confesso. Ignorando esse fato um amigo me deu esse livro de presente, por saber do meu “vício” por leitura ele sempre perguntava se eu já tinha lido e, em consideração a ele, por ser um amigo-irmão mesmo, eu li.

O livro me surpreendeu, não era aquela coisa de auto-ajuda que eu imaginei que seria; a história começa (o fato de ter uma história fez parte da surpresa) com um professor suicida ameaçando se jogar de um prédio da capital paulistana e um senhor, aparentemente um mendigo pede à polícia pra o autorizar a conversar com ele, e depois de tantos terem tentado o mendigo foi quem conseguiu faze-lo desistir de acabar com a sua própria vida.

02 maio 2010

TIO PETROS E A CONJECTURA DE GOLDBACH
Cris Compagnoni dos Reis18:42 6 comentários


Esta é a primeira postagem sobre um livro que tem a ver com a minha área de formação: Matemática; mas TIO PETROS E A CONJECTURA DE GOLDBACH não é um livro de Matemática, é um romance que usa como pano de fundo a História desta ciência.

Na História tudo começou em 1742, na correspondência entre o matemático Christian Goldbach e o seu colega famoso Leonhard Euler, foi formulada a questão: “Todo número inteiro par maior que 2 pode ser representado como a soma de dois números primos”, afirmação que apesar de ter sido testada, nunca foi provada pelos rigorosos métodos da demonstração matemática, por isso ela têm o status de conjectura e ainda não foi “promovida” a teorema.

Mas voltando ao livro, este romance é a história de Petros Papachristos, um homem que dedicou sua vida a desafiar o enigma. Aqui a história começa quando o sobrinho de Petros procura o tio que é rejeitado pela família na busca de algum apoio para cursar Matemática, já que o pai quer que ele opte pelo curso de Administração. O tio lhe faz a seguinte proposta: ele terá o seu apoio se conseguir provar que todo número inteiro par maior que 2 pode ser representado como a soma de dois números primos, não sabendo que era “impossível”, ele tentou; mas se decidiu pela Administração.