30 abril 2010

O CARTEIRO E O POETA
Cris Compagnoni dos Reis18:09 2 comentários


Neste livro Antonio Skarmeta narra a improvável amizade entre o simplório carteiro Mario Jiménez e o poeta Pablo Neruda, uma relação que encanta pela sua cumplicidade.

O famoso poeta está no fim da vida se refugia no pequeno vilarejo de Ilha Negra no Chile e o seu único contato com o mundo exterior é o carteiro Mario que vem lhe trazer suas correspondências, nasce aí uma amizade pura.

Mario começa a pedir conselhos amorosos a Pablo Neruda e este por sua vez se interessa em saber um pouco mais sobre a vida do carteiro, e o poeta desperta em Mario a admiração por suas poesias que lhe eram até então desconhecidas.



Um fato que marca a história é quando Pablo, tendo ciência de que sua vida não demorará a terminar, pede ao amigo carteiro que saia pela praia com um gravador e registre o som do mar, dos pássaros, do vento, pois o poeta não tem mais condições de sair de casa e com a ajuda de Mario pretende ouvir pela última vez o som do paraíso que lhe inspirou tantos versos.

Existe o filme homônimo, mas confesso que não assisti, dizem que fez muito sucesso (o filme é antigo), espero que ele retrate bem esse relacionamento raro entre duas pessoas tão diferentes.
Sobre o autor (a) Formada em Matemática e especialista em Estatística mas ganha a vida como bibliotecária e é viciada em livros. Facebook ou Twitter

2 comentários :

  1. Cris, fiquei você aguçou minha curiosidade, sobre este livro espero poder ler.
    gostei.
    Mariza

    ResponderExcluir
  2. Cris, gostei muito deste cantinho. Parabéns!
    Em relação ao livro, confesso que não li, mas já assisti ao filme. Ele é um pouco diferente do livro, que você muito bem resumiu. Porém são diferenças que somam, criando belíssimas alegorias, metáforas e simbolismos. Um filme bastante rico em detalhes. E com uma trilha sonora espetacular. Vale a pena ver!
    Abraços

    ResponderExcluir