10 março 2010

A MULHER QUE ESCREVEU A BÍBLIA
Cris Compagnoni dos Reis12:40 0 comentários



Este livro do escritor gaúcho Moacyr Scliar foi delicioso de ler o autor têm uma imaginação incrível, existem alguns livros que quando termino de ler me vem o pensamento: “até eu escreveria algo assim” (apesar de nunca escrever), mas Moacyr Scliar não é assim ele sempre me surpreende, sempre vem com algum personagem meio surreal que eu nunca seria capaz de imaginar, isso sem falar no humor de suas histórias que sempre estão vinculadas a uma pitada de fantasia.

Em A MULHER QUE ESCREVEU A BÍBLIA Scliar já começa a contar a história de um jeito nada tradicional, pois sua protagonista é fruto de uma seção de regressão em um consultório médico, regressão essa que vai até cerca de 700 a.C. período em que viveu o lendário Rei Salomão. A partir de então quem narra à história é a própria mulher, quem em parte alguma do livro diz o seu nome, ou seja, li o livro e adorei, mas não sei o nome da personagem principal.



Sei que ela morava em uma aldeia no meio do deserto em que seu pai era o sultão, todos da família escondiam dela qualquer tipo de objeto que pudesse refletir a sua imagem e um dia ela descobriu por que, era muito, mas muito feia. O Escriba da aldeia insistiu que ela deveria aprender a ler e a escrever e mesmo contrariada ela aprendeu. Depois disso o pai, visando bons negócios a ofereceu em casamento para o Rei Salomão e ela foi enviada ao palácio. Se decepcionou quando descobriu que ao assinar um papel já estava casada, sem nem mesmo ter conhecido o Rei.

Ficou mais decepcionada ainda quando descobriu que Salomão tinha setecentas esposas e ela era apenas mais uma, porem tinha esperança de que fuá noite com o Rei chegasse logo, pois ficou sabendo que toda noite ele escolhia uma do seu arem para dormir em seu quarto. Ela sabia que era muito feia, mas apenas de rosto, tinha um corpo espetacular e com ele pretendia encartar o marido.

Ela se envolve em muitas confusões no palácio, principalmente quando fica sabendo que Cleópatra pretende visita-lo e o fato de saber ler e escrever acaba por salvar a sua vida. Simpatizei tanto com essa personagem que não consegui criar no meu imaginário alguém tão feia como é descrita, ri àbeça e me tornei fã de Moacyr Scliar.
Sobre o autor (a) Formada em Matemática e especialista em Estatística mas ganha a vida como bibliotecária e é viciada em livros. Facebook ou Twitter

0 comentários

Postar um comentário